top of page

HAUTE COUTURE 2020-21

Atualizado: 8 de jul. de 2020

07 de Julho de 2020


Continuamos com mais um dia da semana de alta costura digital, após o seu início no dia de ontem, hoje não foi nada diferente do esperado, as marcas continuam nos surpreendendo com a criatividade nos vídeos e nas coleções.


Posso dizer que a apresentação de ontem da Dior me impactou bastante. Sem desfiles presencias, Dior fez sua primeira apresentação online. Maria Grazia Chiuri, estilista da marca, marcou um preview com um vídeo conferência no zoom na sexta-feira passada. Foi uma apresentação bem fora do comum. A coleção foi apresentada como um filme, um curta surrealista que traz esse mundo de fantasia e sonhos.


A estilista convidou o cineasta Matteo Garrone para desenvolver o curta. Confesso que o fashion filme me deu arrepios de tanta emoção e me transportou para os quadros de Alma Tadema. Toda a narrativa remete aos contos de fadas com uma estética especialmente italiana. O filme começa no Ateliê da Dior com miniaturas dos vestidos da coleção, inspirado no Théâtre de la Mode (Teatro da Moda) de Paris em 1945 após a Segunda Guerra Mundial, com poucos materiais de suprimentos, os couturiers, criaram roupas para bonecas como uma forma lúdica de manter a moda viva e presente em um momento tão difícil. Vestidos e roupas em miniatura de 60 peças francesas e seus manequins foram exibidos no Louvre - as roupas e os acessórios foram feitos com o mesmo cuidado, com botões e bolsas funcionais cheios de pequenas carteiras e compactos de pó - em turnê pelo mundo, arrecadando fundos para os sobreviventes da guerra.


Dior traz a mesma mensagem que o Théâtre de la Mode trouxe no período de Pós guerra, que a moda ainda está presente. Talvez de maneira mais tímida porém envolta em sonhos e valorizando a presença do feito à mão. A moda continua aqui, viva!


Acho essa mensagem extremamente importante hoje para quem trabalha com moda, continuamos aqui e vivos. Fazendo aquilo que sonhamos e que acreditamos.



 


O dia de hoje foi bastante animado, começamos com Chanel, "eu estava pensando sobre garotas excêntricas", disse Virginie Viard, atual estilista da Chanel. Após a austeridade da alta costura da primavera, inspirada nos uniformes de Gabrielle "Coco" Chanel no convento de Aubazine, Viard queria mudar para uma opulência silenciosa no outono em uma coleção editada de 30 looks.


O vídeo traz essa vibração das musas excêntricas como princesa Diane de Beauvau-Craon.


Confira a coleção da Chanel clicando aqui


Créativité infinite et sophistication

CréatCivité infinie et sophistication



 


A atmosfera envolvente de Alexis Mabille fez com que eu assistisse umas 1000 vezes o vídeo hahaha. Achei uma das apresentações mais incríveis, você realmente consegue sentir sobre o que se trata a alta costura. Vestidos de noite que exibem um grande drama através de silhuetas construídas, juntamente com caftans estilizados em jersey premium de elástico. "É sobre coolitude e conforto", explicou.

Clique aqui para ver a coleção



 

Quando Vauthier sonha, ele sonha grande e em cores vivas, uma estética moldada durante seus primeiros anos em Mugler, no auge do designer. Várias coleções estão bebendo da fonte dos anos 80s não só a coleção de alta costura de Alexandre Vauthier. O estilista não disponibilizou o vídeo completo nas redes sociais e apenas em seu site.

Clique aqui para conferir a coleção de Alexandre Vauthier







 

E por falar nos anos 80's, Ronald van der Kemp realiazou o seu artístico e extravagente fashion filme com um relacionamento entre arte e a estética glam dos anos 80s. Eu não sei vocês, mas adoraria estar por algumas horas dentro desse fashion filme. A reinventada casa de alta costura de Van der Kemp não é apenas uma fabricante de roupas feitas sob encomenda. É igualmente um coletivo de arte e uma organização multimídia. O sonho que esses vídeos retratam? "Temos que seguir em frente, mas só podemos fazer isso juntos", disse o estilista.


Clique aqui para conferir a coleção




 

A apresentação da Balmain foi no domingo, 05 de Julho, em um barco no rio Sena em Paris. Em uma conveção da Vogue feita pelo Zoom, o estilista Olivier Rousteing comentou que para ele o seu sonho seria fazer um desfile a céu aberto, nas ruas, para todo mundo assistir. E não foi diferente! Respeitando as normas da atual situação, Olivier Rousteing trouxe luz a cidade. A moda esta mais democrática. As pessoas acompanharam o desfile nas ruas a margem do Rio Sena.

Clique aqui para conferir a coleção














4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page